De Sheffield para o Rio

18 de novembro de 2014

Arctic Monkeys faz ótimo show em Arena lotada

Texto – Vitor Diniz

Foto – Ana Clara Sieberer

 

Foi antes de mais nada um belo concerto de rock, o que foi oferecido pelo grupo inglês Arctic Monkeys aos seus fãs, neste sábado (15 de novembro) na HSBC Arena, no Rio de Janeiro.

Depois de uma garageira e competente abertura dos suecos do The Hives, a trupe do criativo Alex Turner começou a usar e abusar do repertório de seu último disco, o inspirado AM.

”Do I Wanna Know” foi a primeira da noite e já entregou que a banda da cidade de Sheffield tinha a Arena totalmente a seu favor. Flertando bem com várias vertentes, o Arctic Monkeys não deixou de ter uma postura roqueira em sua performance, e mesmo nas baladas, Turner lembrou os grandes cantores do estilo em seus momentos de lirismo indie, como na irresistivel ”No.1 Party Anthem”. Essa música fez com que todo o local lembrasse de uma éspecie de árvore pop de Natal, como comentou um fã, graças ao espetáculo de luzes através dos celulares.

Momento inesquecível

         Com seus eficientes músicos, o Arctic Monkeys mostrou no palco, que hoje é uma das bandas mais prontas do rock inglês, e, quem sabe, a que chegou até aqui com mais virtudes entre as de sua ”idade”. Seu disco mais recente é um indicador da cultura musical apurada de seus integrantes. Além de Turner, completam o grupo britânico, Jamie Cook (guitarra), Nick O’Malley (baixo) e Matt Helders (bateria).

Alex Turner, um dos festejados darlings do rock mundial, soube conduzir muito bem as ações no Rio, tanto com sua guitarra para ser urgente, quanto com seu violão e sua voz sedutora, que parecia seguir lindamente a cartilha de nomes como Richard Hawley e Jarvis Cockner, apenas para citar dois astros também de Sheffield.

”Fluorescent Adolescent”, logo em sua introdução, já levava o jovem público – que esgotou os ingressos rapidamente – ao delírio, e ” R U Mine?”, na parte final, garantiu um momento inesquecível para os seus fãs.

artigo publicado por popmix
tags