É apenas rock and roll, mas….

28 de fevereiro de 2016

A experiência de ver os Stones ao vivo!

O colaborador do Popmix, Diogo Simões, enfatiza neste texto, o poder do grupo de Jagger e Richards no palco, após ter visto mais um concerto dos ingleses. A lendária banda que já passou pelo Rio e por São Paulo, toca ainda essa semana em Porto Alegre.

                                          Like A Rolling Stone!

               Por Diogo Simões,

O que dizer de um show dos Rolling Stones? Qualquer coisa que vá escrever aqui é chover no molhado…O show foi incrível! Uma experiência única, que pelo valor foi realmente (infelizmente) para poucos.

Mas os “poucos” 66 mil que tiveram o privilégio de estar no Maracanã na noite de 20 de fevereiro de 2016, presenciaram um show histórico! Talvez a última vez que a maioria ali teve a oportunidade de ver e ouvir seus ídolos.

Aula de rock and roll! Os Stones são a banda mais importante em atividade. Por diversos motivos, mas principalmente pela sua força ao vivo, pelo poder de agitar e emocionar sem perder o punch!

Os Stones podem tocar por 5 horas e, mesmo assim, só constarão sucessos em seu repertório. Imagino como seja difícil ser um Stone e escolher o repertório de uma turnê Olé , mas eles acertaram em cheio. Para essa turnê duas músicas particularmente me chamaram a atenção: ”Beast of Burden” e ”Angie”, pelo simples fato de eu estar curtindo muito a primeira no momento (não paro de escutar o LP Some Girls de 1978) e a segunda ser uma música que sempre quis ver ao vivo e nem nos meus DVDs de show ela aparece… Infelizmente é uma ou outra. Mais uma vez os Stones reforçando que “you can’t always get what you want”!

Enfim, foi uma noite inesquecível! Já estou aqui pensando como vou fazer para ver os caras novamente… A vontade é tirar um ano sabático só pra ficar seguindo os Stones na estrada. Como sou um reles mortal e o mais próximo que cheguei de algo sabático foi um show do Black Sabbath, resta a Mega Sena e a boa vontade dos meus camaradas londrinos de voltar logo ao Brasil. Sorte de quem estiver no Beira-Rio nesta quarta, em Porto Alegre!

artigo publicado por popmix
tags

Hoje e sempre

12 de fevereiro de 2016

DVD/Blu-Ray traz os Rolling Stones em lendário palco londrino 
.
 .
Em muitas vitrines, os Rolling Stones estão em destaque, e o DVD/Blu-Ray The Marquee Club – Live in 1971 talvez seja o produto mais instigante.  Essa relação com os filmes do grupo vêm de longa data e sempre que os Rolling Stones estão prestes a visitar o Brasil como agora, é normal que venham às nossas mentes algumas ligações que temos com a obra do seminal grupo de Jagger&Richards. Passei a colecionar discos dos ingleses por volta dos treze anos de idade, no embalo da descoberta arrebatadora do universo dos Beatles. Mais tarde, após ter assistido nos primeiros sopros da década de 1990 ao documentário 25×5,  me senti na obrigação de ver todos os filmes relacionados aos Stones. 25×5 foi lançado na era VHS, mas para quem quiser mergulhar no estilo de vida Rock&Roll Star de Mick,Keith&Cia,  o DVD/Blu-Ray Crossfire Hurricane é fundamental.
.
Jagger e suas palminhas impagáveis
.
Nos últimos dias, assisti aquele que poderia ser provavelmente o único DVD dos Stones que eu ainda não havia conferido – The Marquee Club – Live in 1971. Trata-se de mais um show sob a etiqueta From The Vault, que tem resgatado algumas apresentações do grupo, com som e imagens restaurados como enfatiza o selo da capa. Ao menos desta coleção From The Vault, devo dizer que este é disparado o meu favorito, pois ver os Stones no lendário Marquee (local onde os Stones fizeram seu primeiro show) com a imagem tão ok e o som idem é algo fantástico. Só mesmo os Rolling Stones conseguiriam fazer um espetáculo intimista e incendiário daquela forma. No peculiar palco londrino, eles mostraram estar em 1971 em um momento mágico com o lançamento do clássico álbum Stick Fingers e já com Mick Taylor na guitarra. Lembremos que o antológico disco mencionado,  foi relançado ano passado com um vinil extra, edição de luxo e tudo mais.
Mick Jagger não para de acionar suas impagáveis palminhas ao longo do show no Marquee e, com seu eterno pareceiro Keith, cantou o refrão de ” Dead Flowers” no mesmo microfone, em uma linda imagem que reforça a conotaçao de dupla crucial para a cultura rock. Em ”Live With Me”, que abre o show, e ”Midnight Rambler” também estão entre os pontos altos de um espetáculo imperdível que foi lançado também em LP. Estilosos como sempre, os Stones  nos extras podem ser vistos  no Top Of The Pops, fazendo ”Brow Sugar”, que assim, como no preparado show do Marquee, também conta com a chancela da BBC. Que venham os concertos do Brasil! Olé!
artigo publicado por popmix
tags