The Hidden Charms

29 de abril de 2016

Conheça uma das novas apostas da cena britânica.
 .
foto (2)
 .
Por Vitor Diniz
Foto: Eduardo Brasil
.
 O The Hidden Charms é mais uma banda londrina que parece estar se firmando em uma cena que gira tão rápido nas margens do Rio Tâmisa, que, muitas vezes, ótimos nomes passam batidos pelo radar do grande público. O fato é que este quarteto pode ser uma das grandes apostas desta geração do rock inglês, ao lado do The Spitfires e do Hooton Tennis Club, por exemplo.
Ao vivo, não restam dúvidas de que o grupo, que em seu retrovisor pode enxergar nomes como Kinks, Zombies e The Coral, entre outros, é muito competente. Acompanhei um show deles no tradicional Koko, em Camden Town, em setembro de 2015(foto) e, só pela reação da plateia, já era fácil constatar que o Hidden Charms é uma banda de palco.
Naquela noite, em um evento do NME (New Musical Express), em  Londres, e que contou com a abertura do energético e eficiente The Decoy Jet, a empolgação do público foi algo marcante. O grupo, que já abriu shows de Benjamim Booker, mandou vários números atraentes, mas parece que a galera bem jovem, diga-se de passagem, esperava  principalmente por ”Dreaming Of Another Girl”, já um hit entre os indies e que batiza um compacto inaugural em vinil, lançado em julho do ano passado via Deltasonic Records, e produzido por Shel Talmy (Kinks e The Who). Foi bacana ver como Vicent Davies (guitarra, baixo e voz) e Ranald Mcdonald (teclados, guitarra , baixo e voz) levam muito bem as vozes do Hidden Charms. Ainda completam o grupo Josh Lewis (baixo e guitarra) e Oscar Robertson (bateria). Depois, os ingleses estilosos e  de visual sixties, que já  estrelaram projetos da Burberry e da Pretty Green, lançaram mais um compacto de 7 polegadas, ”Love You Cause You’re There”, outra excelente faixa, sendo que essa com um tempero mais blues talvez. Mas, assim como ”Dreaming Of Another Girl”, a música também ganhou um clipe lançado recentemente pela banda. (Ambos os compactos podem ser encomendados pelo site www.hiddencharms.co).

artigo publicado por popmix
tags

Trinta anos!

25 de abril de 2016

 Disco que trouxe Siouxsie & the Banshees ao Brasil completa três décadas
 .
Siouxsie
 .
Lançado  em 1986, Tinderbox é o sétimo álbum de estúdio de Siouxsie&The Banshees. O disco famoso, por também conter ”Cities In Dust”, um dos maiores sucessos da inglesa Siouxsie Sioux e de sua banda, acaba de completar trinta anos, como lembrou a página no Facebook do grupo no dia 18 de abril. Tinderbox não se restringe, em termos de brilhantismo, ao hit mencionado acima e vai muito além, com oito faixas muito interessantes lideradas por ”Candyman”, que abre o trabalho. O álbum traz, entre outros bons momentos, a ótima ”92” em seu Lado 2. O vinil com a capa puxada para o vinho saiu no Brasil e era facilmente encontrado em qualquer boa loja de discos nos idos de 1986 e ”Cities In Dust” era super acionada nas FMs e nas pistas de dança brasileiras. Também naquele ano, o grupo  passou por aqui, justamente com a turnê deste álbum e se apresentou em São Paulo, Santos e no Rio de Janeiro. Com uma pegada pós-punk, pra lá de respeitada e com a persona dark marcante de Siouxsie a sua frente, o combo britânico, que em seus primeiros momentos lançou clássicos como ”Hong Kong Garden”(1978) e ”Christine”(1980),  já teve em sua formação, em diferentes fases, nomes como os guitarristas John McGeoch e  Robert Smith do The Cure.  Os elogiados Savages e Florence&The Machine estão entre os artistas da atual cena mundial que ”entregam” influências da turma de Siouxsie. Recentemente, duas caixas foram lançadas com os álbuns de Siouxsie & The Banshees (Classic Album Selection Vol. 1&2 )

artigo publicado por popmix
tags

18 de abril de 2016

São Paulo
Rodrigo Y Gabriela – 11/05/2016 – Teatro Bradesco
.
Rio de Janeiro
Rodrigo Y Gabriela – 10/05/2016 – Teatro Bradesco
.
artigo publicado por popmix
tags

Nova faixa

 

Richard Ashcroft e sua “Hold On”.

O cantor inglês Richard Ashcroft divulgou recentemente mais um single. A música da vez é  ”Hold On”, que é uma das dez faixas do álbum These People, a ser lançado pelo ex-vocalista do The Verve, no dia 20 de maio. A música, que é ótima, ganhou também uma versão alternativa e dançante (By Mirwais RMX). Ambas as faces de ”Hold On” estão no site oficial do artista www.richardashcroft.com.

”This Is How It Feels” é outra que vai estar no novo disco e foi o primeiro single extraído de These People e já ganhou inclusive um badalado clipe. Esta música, e a já citada ”Hold On”, podem nos estar dando a pista de que este tem tudo para ser um dos melhores discos do músico de 44 anos.

Ashcroft é um dos maiores hitmakers da geração Britpop e registrou grandes trabalhos, não só com o The Verve, mas também em sua trajetória individual, que começou em 2000, com o álbum Alone With Everybody.

artigo publicado por popmix
tags

O dia da loja de discos

13 de abril de 2016

O Record Store Day vêm ai. Conheça dez lojas muito especiais!

Neste sábado dia 16, acontece mais uma edição do Record Store Day . Nesta data, várias lojas  fazem uma programação exclusiva para lançar discos raros, com tiragem limitada para este tradicional evento. Com a alta do mercado de vinis, a festa deve ganhar uma graça ainda maior este ano. Selecionamos dez lojas que estão no RSD 2016, na Europa e nos Estados Unidos. A lista pode funcionar como um guia de viagem indie, para quem não vive sem música e curte o chamado turismo pop. No Brasil algumas lojas importantes estão figurando na programação como mostra o site oficial do evento. (www.recordstoreday.com)

1 – Kingbee-Manchester (Inglaterra)

Com estilo de loja de bairro e fora do circuito básico da cidade, a Kingbee pode ter aquele single raro do Oasis ou do The Smiths que você tanto procura.

www.kingbeerecords.co.uk

2 – Pet Sounds-Estocolmo (Suécia)

Uma das melhores da Europa, essa loja é também o lugar perfeito para mergulhar na rica cena sueca em especial.

www.facebook.com/petsoundsrecords

3 – Park Ave Cds-Orlando (EUA)

Deliciosa surpresa de uma das áreas mais legais de Orlando. Aqui, além de grandes LPs, uma atmosfera bacana e um staff atencioso fazem a diferença. Os shows realizados na loja são disputadíssimos.

www.parkavecds.com

4 – Rough Trade-Londres (Inglaterra)

Verdadeiro patrimônio de Londres, com duas lojas na capital inglesa. A Rough Trade, que é tambem uma gravadora, possui filiais em Nottingham e Nova Iorque.

www.roughtrade.com

5 – Other Music-Nova Iorque ( EUA)

Com uma localização estratégica, títulos incríveis e seu ótimo selo, a Other Music justifica a sua fama.

www.othermusic.com

6 – Concerto-Amsterdã (Holanda)

Um lugar para ficar horas, com discos selecionados e boas opções da cena local.

www.concerto.amsterdam.com


7 – Piccadilly-Manchester (Inglaterra)

Em um dos pedaços mais indies de Manchester, essa ótima loja é uma grande referência.

www.piccadillyrecords.com

8 – Amoeba-Los Angeles (EUA)

Gigantesca loja em Hollywood, a Amoeba é fundamental. Fazer uma visita a esta casa é uma experiência bárbara. Suas filiais em São Francisco e Berkeley mantêm o culto em torno da grife.

www.amoeba.com

9 – Truck Store-Oxford (Inglaterra)

Charmosa como toda a cidade, a intimista e sedutora loja ainda conta com um café obrigatório e palco para shows.

www.truckmusicstore.co.uk

10 – Sister Ray-Londres (Inglaterra)

Famosa também pela capa do badalado disco ”(What’s the Story) Morning Glory?” do Oasis, a loja, que é das mais importantes de Londres, segue na mesma e histórica Berwick Street. A rua que sempre foi um dos redutos dos fãs de rock e de música pop em geral.

www.facebook.com/sisterrayrecords

artigo publicado por popmix
tags

Coming Home

12 de abril de 2016

Disco de Leon Bridges é um dos melhores dos últimos tempos
.

 O americano Leon Bridges lançou, em 2015, o álbum Coming Home, com dez  faixas que passeiam bonito pela musica pop, dialogando com várias tendências como soul e blues por exemplo. O músico de vinte e sete anos, que nasceu em Atlanta, colocou seu début entre os melhores álbuns do ano passado. Coming Home foi super-festejado pela mídia especializada.

Lançado pela Columbia Records, o disco de capa vermelha e que traz dez ótimos números  foi destaque no  Drops da TV Zoom (www.tvzoom.com.br), como mostra o video abaixo. Músicas como ”Smooth Sailin”, ”Better Man” e a faixa-título já valem o investimento neste belo LP.

Os dez melhores álbuns de 2015

artigo publicado por popmix
tags

O Brooklyn chama!

8 de abril de 2016

Greenpoint cresce como opção ao lado de Williamsburg!

Texto e Fotos –  Vitor Diniz

Os caminhos mais atraentes de Nova Iorque continuam a nos levar para a região do Brooklyn. O boom segue forte, mais especificamente agora, na direção de Greenpoint e, é claro, freneticamente pelas badaladas ruas de Williamsburg. Se nos últimos tempos se tornou cool estar em Williamsburg, parece que agora um novo sopro comportamental começa a ”gritar” da vizinhança de Greenpoint, pedaço mais sossegado e ainda com ares embrionários. Se Williamsburg outro dia era o Lado B bacana de Manhatan, hoje, com a rapidez da informação, Greenpoint pode ter se tornado o Lado B de Williamsburg. Suas pacatas ruas parecem pedir para serem exploradas. Ali já estão referências que dialogam bem com o que virou hype em Williamsburg. Espaços cheios de personalidade, como a Cacao Market (http://cacaomarketnyc.com), casa de chocolates finos, que é indefectível na apresentação da loja e de sua etiqueta. Nela você pode beber um cappuccino especial em uma sala com ares de biblioteca e viajar pelo processo da preparação dos chocolates. Os sorvetes também valem ser degustados antes de deixar esta relaxante loja. Depois, basta atravessar a tranquila Guernsey Street e fazer uma incursão fashion, algo que tanto simboliza estes lados de Nova York.

A Beacon´s Closet (www.beaconscloset.com) faz um mega-mix vintage urbanoide certeiro de roupas legais, principalmente para as mulheres. Entre diversas araras, um achado e tanto pode ”cair no seu colo”. Caso pense em uma cerveja, não se preocupe, pois você está muito perto da ótima e ampla cervejaria Spritzenhaus33 (www.spritzenhaus33.com), com diversas opções de labels, e que está praticamente debruçada sobre o McCarren Park (www.nycgovparks.org/parks/mccarren-park). Esta importante área verde é um dos pontos de relax dos locais, que muitas vezes deixam suas bicicletas ao lado e esticam seus corpos no gramado, quase sempre com um belo par de headphones nos ouvidos. Se a intenção é emendar para o jantar, o Café Colette (cafe-colette.com), em Williamsburg, é uma grande sacada. O charmosíssimo restaurante faz uma espécie de crossover impecável das culinárias francesa, americana e argentina com uma irresistível pegada hipster. O delicado pescado ou o hambúrguer, que não parava de aterrissar em várias mesas, estão entre os hits do Colette e, em termos de sobremesas, o Afogatto é imbatível. Este local parece fazer com que você leve na sua alma os sabores de Williamsburg. Ainda na seara gastronômica, o Bedford Cheese Shop (http://bedfordcheeseshop.com), é também uma bela parada na obrigatória Bedford Avenue. A graça deste estabelecimento está na variedade de seus queijos e no bom gosto de tudo que se encontra na aconchegante loja.


Música no ar!

Greenpoint e Williamsburg formam uma região extremamente musical e o famoso Music Hall of Williamsburg (www.musichallofwilliamsburg.com), oferece ótimos shows, assim como a Rough Trade (www.roughtrade.com). Aliás, a seminal loja de discos de Londres abriu em Williamsburg sua primeira filial fora da Inglaterra, e anexo a seu enorme espaço para LPs, CDs, livros e afins, uma maravilhosa casa para apresentações exclusivas de nomes bacanas do rock e da cena indie mundial. Tudo com uma curadoria impecável. E como hoje nos EUA, todo o universo do vinil remete a um conceito dos mais respeitados, você ainda pode se deliciar nas vizinhas Academy Records (www.academy-lps.com) que, recentemente, trocou Willimsburg por Greenpoint e na Co-op 87 (www.facebook.com/coop87records), localizada exatamente na Guernsey St, onde começamos nosso giro entre chocolates e sorvetes.

+Popmix entrevista o Raveonettes na Rough Trade em Londres.

artigo publicado por popmix
tags