Radiohead ao vivo!

21 de abril de 2018

http://www.sotobanghaji.com/toll/[TRANSLITN]-66.html

Закладки героин в Дмитровске Grupo inglês faz show emocionante no Rio e toca em SP nesse domingo.

Закладки скорость a-PVP в Минусинске  

go to link Radiohead Sergio

 .
Texto: Vitor Diniz \ Foto: Sérgio Sieberer
 .
Um dos grandes shows no  Brasil em 2018! Mesmo ainda estando no mês quatro, é possível mandar essa afirmação,  pois foi muito complexo tudo o que a  inventiva banda britânica Radiohead ofereceu ao público do Rio de Janeiro, nessa sexta-feira (20 de abril).
O combo do cantor e ícone indie Thom York lotou a Arena Jeunesse  e mostrou com total categoria porque é tão cultuado em todo o planeta. Um concertaço que apontou para tantas vertentes da música pop. O Soundshearts Festival além do Radiohead, ainda contou com shows de Junun e Flying Lotus. A etapa paulistana terá um show a mais no caso com  o  Aldo, The Band.
Em noite inspirada, uma adorada instituição da cultura britânica, que surgiu em Oxford, disparava faixas das mais diferentes searas, com as mais diversas fórmulas. O palco, com sua concepção especial, meio numa onda, a fantástica fábrica de música trazia ainda duas baterias e tudo seguia lindamente em sintonia com um telão todo modernoso. Algo com a cara do Radiohead mesmo.
”Idioteque”, por exemplo, fez com que quase todos pulassem como num saboroso show de acento punk, mas começa por sua vez  com  ”links” eletrônicos. Sempre na  frente, essa  continua sendo a impressão que o Radiohead nos deixa, ao ver o grupo no palco. Com um set-list zero clichê, eles fizeram bonito na noite do Rio, sem esbarrar em obviedades. Seguiram olhando para   seu último e  ótimo disco, A Moon Shaped Pool, que data de 2016, mas dialogaram com muitas fases de sua carreira também.
 Thom Yorke estava como sempre, super cool, dos belos pares de tênis  até a cabeça que mexia muito por sinal. E os braços então, quando não empunhavam uma guitarra, violão, uma panderola ou estavam no piano, podiam fazer gestos que nos remetessem a Ian Curtis, do lendário Joy Division.
.
                             Atmosfera Envolvente
.
 A emoção de ver outra vez o Radiohead de perto ficou nítida com a reação da plateia maravilhosa, que era das mais interessadas e atentas. Assim como em 2009, na Praça da Apoteose(leia a matéria do Popmix sobre o show de 2009 no link relacionado), as músicas do disco In Rainbons, de 2007,  cresceram ao vivo e entregaram que o álbum merece ter status ainda maior. Um disco sensacional!
Na época, como era o trabalho da vez, In Rainbows  foi mais acionado.
Mas de fato os números do seminal OK Computer parecem agradar ainda mais. Esse álbum de 1997 que sem dúvida conta também com o carimbo de sensacional, parece ser o disco do coração de muitos que amam a cultura pop em geral, e suas faixas tiveram uma magia extra no show . ”Paranoid Android”, ao vivo se torna ainda melhor  e  levou com sua atmosfera envolvente toda a Arena  em seu  embalo. Para coroar uma  atuação incrível, ”Karma Police” fechou a noite e depois que os ingleses saíram do palco a galera continuou cantando um trecho de sua letra.
Lindo espetáculo! O Radiohead, que vai se apresentar neste domingo no Allianz Parque na capital paulista, deixou claro que sua obra,  é algo muito sério mesmo!
artigo publicado por popmix
tags