Noite de Gallagher

13 de novembro de 2018

Com sua grande banda Noel Gallagher faz lindo show em Belo Horizonte

 

No dia 20 de março de 1998, eu vi Noel Gallagher tocar pela primeira vez de perto.  Já se vão vinte anos daquela histórica noite no Metropolitan, no Rio de Janeiro, em que testemunhei  o Oasis em ação. O grupo de Manchester debutava em solo brasileiro com aquele show e, no dia seguinte, lá estava eu vendo Noel, seu irmão Liam e cia no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo. Entre março de 1998 e agora tivemos outros vários ”encontros” . Neste sábado, 10 de novembro, em Belo Horizonte, pude novamente ver de perto mais uma performance de Noel. Mais uma vez com seu projeto Noel Gallagher´s  High  Flying Birds . Algo marcante nesta  apresentação que Noel fez na capital mineira, foi ver justamente na plateia, que por sua vez deu um show à parte, pessoas que sequer haviam nascido quando  ”Whatever”, por exemplo, foi lançada, se emocionarem com a música que foi uma das melhores em Minas.  O concerto realizado , no KM Hall, em BH, foi  um dos mais abrangentes e coesos e nos entregou um músico gigantesco em ação.  O inglês, de 51 anos e genial ícone da geração Britpop, colocou no palco  uma síntese perfeita de sua carreira, com sua luxuosa banda brilhando a seu lado. Noel começou a noite enfileirando as quatro primeiras faixas de seu obrigatório terceiro álbum solo Who Built The Moon?, de 2017. E essa sequência inicial mostrou como ele conseguiu fazer um disco com um conceito belíssimo e teve o mérito de levar essa onda toda  para o palco. Tudo com sua típica assinatura , que tanto moldou o rock bretão das últimas décadas.

Idolatria Britpop

Logo na entrada da casa de shows, na região da Savassi, era nítido ver o quanto o Oasis foi marcante para várias gerações, com um desfile de espertas camisetas e jaquetas. Os fãs vestiam orgulhosos peças da lendária banda que se dissolveu em 2009, de Noel Gallagher’s High Flying Birds e da  impecável grife Pretty Green, de Liam.  E muita gente envergava, como é tradição nos shows dos irmãos Gallagher, camisas do time do coração dos caras – o Manchester City. Ao longo deste que foi um grande concerto, a idolatria foi se confirmando. Pessoas de todas as idades, cantando a plenos pulmões e erguendo os braços, felizes da vida, davam um tom ainda mais mágico à noite da sempre receptiva capital mineira. E  ali, como maestro pop, estava encantando essa maravilhosa plateia, o maior compositor do rock dos últimos vinte anos. A reação provocada por músicas como ‘’Little by Little’’, ‘’Whatever’’, ‘’Wonderwall’’ e ‘’Dont Look Back in Anger’’, apenas reforçaram essa tese. A atmosfera criada por Noel para seu álbum estava no palco, refletida por ele e sua classuda banda, cheia de detalhes bacanas que empolgavam os fãs mais atentos. Tudo certo e sob os cuidados do chef Noel.  E como pedem sempre em seus shows a clássica ‘’Live Forever’’, ele ”rolou a bola” para a massa cantar. Foi lindo, e assim como a emblemática ‘’Supersonic’’, também de forma acústica, gerou um clima muito legal na casa. Já “Dream On”, foi uma das mais marcantes performances que já pude ver de Noel Gallagher. Primorosa! Na sofisticada ”Right Stuff,”  Gallagher fez um dueto bonito  com a ótima cantora Ysee , que foi aclamada por todos. Ali, dando ainda um charme maior a tudo com sua guitarra certeira, estava Gem Ascher, que liderou o  grupo inglês Heavy Stereo e que tocou no Oasis e no Beady Eye, de Liam Gallagher. Para fechar uma noite destas, Noel, em mais uma de suas boas ideias, mandou com toda sua trupe no palco ‘’All   You Need Is Love”, dos Beatles. Mais clássico que isso impossível!

 

 

artigo publicado por popmix
tags

Grifes do rock inglês

7 de novembro de 2018

Noel Gallagher e Morrissey em solo brasileiro

Dois músicos seminais, autores de clássicos que estão registrados no inconsciente coletivo, Noel Gallagher e Morrissey, irão se apresentar no Brasil este mês e, com estes dois verdadeiros darlings, estará em nossos palcos boa parte da história do rock britânico, já que suas ex-bandas Oasis e The Smiths, como todos sabem, estão entre as mais importantes do Reino Unido e do planeta. Duas verdadeiras grifes do pop inglês, os nomes destes cultuados músicos nos entregam uma gigantesca tradição pop.

Em relação ao nome Gallagher, o irmão de Noel, Liam, também assina com essa respeitável marca. Lembremos que, mesmo sem nenhuma ligação  com Liam e Noel, o cultuado irlandês Rory Gallagher já havia eternizado o nome na história do rock.

A sensacional dupla Liam e Noel Gallagher tornou o Oasis i-do-la-tra-do no mundo inteiro. O mesmo Steven Patrick Morrissey fez com os Smiths. Ele, que, ao lado do guitarrista Johnny Marr, formou uma das mais importantes dobradinhas do rock. Morrissey e Marr são a eterna dupla dos Smiths. ( Leia matéria  do Popmix sobre as duplas do rock inglês nos links relacionados)

Com todo esse contexto histórico, Noel Gallagher e Morrissey  vão fazer disputados shows no Brasil. O primeiro já começa seu giro hoje, com um show na linda Pedreira Paulo Leminski, em Curitiba. Ele passa ainda por São Paulo e Belo Horizonte(veja todas as datas e locais nos links relacionados do UOL). Já o segundo, no caso Morrissey, estará no Rio no dia 30 de novembro e faz no mês de dezembro, seu show na capital paulista, se apresentando no dia 2.

O fato é que, em um mês recheado de shows bacanas no Brasil (o lendário Blondie, e o hypado Warpaint entre outros), ver Noel Gallagher e Morrissey em ação é algo imperdível para quem busca compreender a história do rock inglês e mundial. Noel a exemplo do que fez no Chile e na Argentina deve pautar seus shows no ótimo disco Who Built The Moon?, de 2017, e acionar alguns hinos do Oasis. Gem Archer, o fino guitarrista que liderou o Heavy Stereo e tocou no Oasis, também faz parte da azeitada banda que é o mágico Noel Gallagher’s High Flying Birds. Já Morrissey lançou o também excelente Low In Highschool no ano passado e chega com esse trabalho na mala para encantar os brasileiros mais uma vez. No dia 23, estará no mercado britânico um compacto em vinil da música ”Back On The Chain Gang”, com o adorado Morrissey portanto cantando um clássico dos Pretenders. Já pensou se ele manda essa por aqui?

 

+Noel Gallagher e seus shows no Brasil

+Popmix no show de Noel Gallagher na Suíça

+Morrissey no Brasil

+ Conheça dez duplas do rock inglês

+ O fundamental The Queen Is Dead

artigo publicado por popmix
tags