news

Carreira solo

3 de junho de 2017

Liam e seu novo clipe

Liam PB

Foto-Divulgação/Facebook Oficial

Liam Gallagher estreou em termos de carreira solo. Sim, o ex-vocalista do Oasis e do Beady Eye divulgou o vídeo de ”Wall Of Glass”, seu primeiro ”grito” sem o Beady Eye (banda que lançou dois ótimos discos, é sempre bom lembrar) e, claro, sem o Oasis que se tornou um fenômeno, e tantas glórias lhe rendeu ao lado de seu irmão Noel. O documentário Supersonic sobre o lendário grupo de Manchester por sinal, é imperdível. ”Wall Of Glass” traz para mim muito da alma de Liam Gallagher, com seu vocal inconfundivelmente roqueiro e com um alto sabor clássico, que sempre remete a Lennon e Lydon, como é interessante mais uma vez enfatizar. E ainda, toda a sua postura Pretty Green de ser e uma boa dose daquela onda Rock&Roll Star, que o consagraram, estão nesse single e neste clipe. A faixa vai fazer parte de seu disco As You Were, que será lançado em outubro.

E você já pensou que ainda este ano seu genial brother Noel também vai nos entregar um novo trabalho? Liam deu o pontapé inicial e agora ficamos na espera dos compactos e do álbum já mencionado. Será que ele vai fazer como Paul Weller, Ian Brown, Richard Ascroft e Miles Kane, que em suas estreias usaram fotos apenas com suas faces com grande destaque nas capas de seus respectivos álbuns? Algo que ratifica o conceito de artista solo.

Em termos de shows, Liam promete grandes concertos este ano, e sua apresentação no Ritz, em Manchester, já nos deixou muito animados pelo que vimos nos vídeos e nas matérias relacionadas ao evento que ajudou as famílias das vítimas do recente atentado terrorista em sua cidade natal. O rock precisa muito de caras como Liam Gallagher. Ah, e de caras como Noel, também é óbvio, pois esses irmãos são muito bons mesmo.

artigo publicado por popmix
tags

Kid Vinil Forever

20 de maio de 2017

O mundo da música perde o mestre Kid Vinil

Kid Foto

.

Por Vitor Diniz

Ele sempre estava na frente! Um dos maiores conhecedores de música do planeta, Kid Vinil nos deixou aos 62 anos. Referência absoluta para mim, e para quem curte Cultura Pop, Rock and Roll e afins. Kid era um cara doce, querido, educado um lord. Deu altas forças sempre para o Popmix e foi um grande incentivador do meu trabalho como jornalista e pesquisador musical. Conversar com o Kid era  uma enriquecedora experiência. Ver ele falando sobre música e sobre os discos, então, era algo muito especial mesmo. 

        Se não fosse o Kid, tantas bandas gringas nunca teriam se tornado conhecidas no Brasil . E graças a ele vários artistas brasileiros, que ele divulgou  com tanta paixão em seus programas de rádio e de TV, ganharam um patamar diferenciado, com certeza. 

        Antônio Carlos Senefonte, o Kid Vinil também nos fez cantar seus hits irresistíveis com sua banda, o Magazine. E o Kid contando sobre a emoção de ter visto um show do Clash no Reino Unido? Muitas pessoas vinham me falar empolgadas sobre aquela entrevista gravada em 2005, na Rádio Brasil 2000 e sobre o momento em que ele falou do lendário grupo inglês, do Chorão, e ainda do White Album dos Beatles. Era sempre uma aula de carisma e de música, que se recebia  em qualquer contato com o Kid. Tal depoimento está nessa entrevista linkada abaixo, feita para o Popmix na época na TV Millenium de São Paulo. A última entrevista feita para o Popmix, por sua vez, foi gravada no ano passado, também na capital paulista enfocando a volta do Magazine e a sua biografia.

Kid Vinil  foi uma referência gigantesca que tive como jornalista. Era muito bom trocar com frequência links com ele e receber as suas preciosas dicas sobre música e moda também. Afinal, como tantas e tantas pessoas, descobri dezenas de bandas que amo, através do Kid. A nossa amizade me proporcionou papos inesquecíveis, muitos deles presenciados pelo Kosmo, seu lindo e maravilhoso cão.

Jamais vamos esquecer do mestre Kid Vinil. O mundo da música está triste. Eu também estou muito triste. Kid Vinil nos deixou.

 

+ Leia no UOL especial sobre Kid Vinil

+ Ouça a entrevista com Kid Vinil sobre a volta do Magazine

+ Leia entrevista com Kid Vinil sobre sua biografia

Kid Vinil lança compacto

DVD traz Kid Vinil ao vivo

artigo publicado por popmix
tags

Ele não para!

9 de maio de 2017

Paul Weller coloca novo álbum essa semana no mercado.

Paul weller Cartaz

 

Por Vitor Diniz/Foto:Diogo Simões

Paul Weller está de volta ao disco ! Um dos mais inventivos e aclamados músicos em atividade , o inglês de 58 anos vai lançar no próximo dia 12, A Kind Revolution. Sempre nos garantindo grandes trabalhos e soando relevante e atual, o Modfather como é conhecido coloca nas prateleiras britânicas nesta sexta-feira portanto este que é o décimo terceiro disco de uma das carreiras indiviaduais mais respeitadas da história do rock. Algo que impressiona nos trabalhos do mentor dos obrigatórios The Jam e Style Council, é a qualidade e a urgência de tudo que Weller lança. A capacidade de se renovar e o fato de não cair em clichês do mundo pop dão uma graça toda especial a tudo que leva a marca Paul Weller. Sobre esse disco, as faixas ” Nova” e ”Long Long Road”, foram as primeras a serem divulagas . Como entrega a foto do nosso colaborador Diogo Simões, o cartaz do álbum já aquece o hype em torno da obra pelas ruas de Londres. O álbum  sai com a etiqueta da Parlophone e conta com dez músicas ao todo, e ainda traz  uma capa super bacana que é outra marca dos trabalhos de Weller. A Kind Revolution já ganhou até cinco estrelas da pomposa revista Mojo.

+ Paul Weller para americanos

+ Popmix na cola de Paul Weller em Londres

 

artigo publicado por popmix
tags

The Bunker Band outra vez!

4 de abril de 2017

O quinteto carioca e seu novo clipe.

thumbnail_TBB_POOR_VIDEO

O grupo The Bunker Band volta a lançar um clipe para uma de suas ótimas faixas. Desta vez a música escolhida foi ”Poor Boy”. O vídeo foi produzido pela banda e contou com a direção do vocalista e guitarrista Daniel Gomez. Para o lançamento do clipe, Daniel publicou na página da banda no Facebook os seguintes dizeres : ”Um dia meu pai pediu ao pai dele que comprasse uma guitarra! Meu avô prontamente disse que não tinha dinheiro… Meu pai então resolveu construir o seu próprio instrumento”. E Daniel completou dizendo que essa é a história de ”Poor Boy”. Os cariocas da Bunker Band já haviam lançado o clipe de ”The End” e no Village Art Beer, realizado em 2015, no Village Mall, no Rio de Janeiro, gravaram uma entrevista para o Popmix que revisitamos agora no embalo do novo clipe.

artigo publicado por popmix
tags

Jake Bugg e o Circo Voador

12 de março de 2017

Cantor de Nottingham faz inspirado show no Rio.

Jake Bugg foto

-Foto/Facebook Oficial

Jake Bugg mostrou na noite desta sexta-feira, porque é um dos nomes mais festejados do pop britânico. Com apenas 23 anos , o talentoso músico de Nottingham, ofereceu um show e tanto para quem foi ao Circo Voador, no Rio de Janeiro. Melodista dos bons, ele deu seu recado cheio de acento folk e com uma pegada rock certeira para uma plateia que já parecia saber o quanto ele era pulsante ao vivo. Sempre tirando da manga um riff nervoso e bacana no começo de suas ótimas músicas e sempre ”convidando” a galera para entoar um refrão grudento, esse empolgante inglês , ratificou todo seu talento no lendário palco do Circo Voador, em mais uma noite do projeto Queremos. Pela terceira vez no Brasil e no embalo de On My One, seu mais recente trabalho, cujo  capa dava o tom do cenário de seu show, Jake Bugg mandou magistralmente ”Bitter Salt”, que talvez seja mesmo a melhor faixa de On My One, que é seu terceiro disco. ”Bitter Salt” foi acionada logo na primeira parte do show e foi de fato uma das mais inspiradas músicas da noite de Bugg no Rio. Antes ”Two Fingers” já havia feito a alegria da galera comprovando toda a força de um de seus principais singles.

Todos cantaram ”Broken”

Com uma banda competente ao seu lado, o cantor que é cheio de referências da terra de Bob Dylan em seu som, traz no seu visual por outro lado algo essencialmente britânico, fazendo nesse aspecto um link forte com a turma do Britpop por exemplo. Com sua guitarra fez belos solos , todos na medida certa. Com seu violão, agiu no melhor estilo ”singer-songwriter”, e colocou toda a casa para cantar a sua baladinha ”Broken ” , que acabou sendo um dos números mais aplaudidos de uma noite redonda para quem curte folk, blues e rock&roll é claro. Bugg, que já havia tocado em São Paulo na véspera partiu do Rio para Belo Horizonte para se apresentar no Music Hall da capital mineira.

 

Jake Bugg cartaz

 

 

artigo publicado por popmix
tags