news

+ Assista ao clipe “No Emotion”, da banda Idlewild

29 de março de 2008

O Idlewild já é considerado um dos grupos mais tradicionais da história recente da Escócia. O clipe “No Emotion” é um bom indicador do potencial de “Make Another World”, último álbum do quinteto.

artigo publicado por popmix
tags

+ Clipe “Click Click Click Click”, do Bishop Allen, é um dos mais legais da cena indie mundial. Assista!

16 de março de 2008

Grandes melodistas, os ameicanos do Bishop Allen são mais uma ótima aposta do selo Secrety Canadian. O clipe de “Click Click Click Click” é um dos mais legais da cena indie mundial

.

artigo publicado por popmix
tags

+ Primeiro Som deste mês com Silvana Mello, André Barcinski, Tiago Carandina e integrantes do U.D.R

10 de março de 2008

Por: Alexandre Bezzi
djbezzi@gmail.com

Fui pesquisar quais foram os primeiros CDs e vinis da artista plástica Silvana Mello, do jornalista e empresário André Barcinski, de Tiago Carandina, do Myspace Brasil, e dos funkeiros satânicos do U.D.R. (Até o fechamento desta edição, o Mc Carvão ainda fazia parte da dupla). 

_____________________________________

Silvana Mello
www.popmix.com.br

Profissão: artista plástica

Links: http://www.uipa.org.br/portal/  | http://www.vegetarianos.com.br/  | http://www.juxtapoz.com  | http://www.myspace.com/silvanamello

Qual foi seu primeiro disco?

    www.popmix.com.br

Na minha infância, pré adolescência eu ouvia muito os discos da minha irmã, que era bem rockeira, adorava o Steve Miller Band Greatest hits, ELO, Slade, Led Zeppelin. Mas o primeiro que eu comprei mesmo foi o Duran Duran, lembro que foi no supermercado Zaffari da Bordini, lá em Porto Alegre.

Que importância ele teve em seu gosto musical?
Eu ouvia umas 500 vezes por dia, sabia todas as letras de cor, adorava não só a música deles, mas o style, que logo percebi o quanto era terrível, bom, mas essa fase new romantic durou pouco, em seguida comecei a ouvir  Jesus, the cure, smiths, aí na seqüência veio o punk e ferrou com tudo, e acho que as coisas mudaram mesmo á partir daí. Tinha o lado político e ideológico, além do musical. A real é que acho que tudo isso que eu citei mais outras coisas tiveram e ainda tem influência na minha vida e no meu trabalho. Só pinto ouvido música.

Quais são suas faixas favoritas?
Este álbum é de 1981, e se chama Duran Duran somente. Minhas faixas favoritas são: Planet Earth, There Anyone Out There? , Careless Memories e Sound Of Thunder.

Você ainda tem esse disco?
Sim, mas ta lá no sul, na casa da minha vó. 

_____________________________________

U.D.R
www.popmix.com.br

 

Mc Carvão 

Profissão: Massagista musical

Links: www.myspace.com/udr666  | www.newmetal.com.br/forum

Qual foi seu primeiro disco?

    www.popmix.com.br

Raimundos – S/T

Que importância ele teve em seu gosto musical?
Antes desse disco eu era um virginal viciado no disk-piadas do Ary Toledo.

Quais são suas faixas favoritas?
Bestinha, Herbocinetica, Opa! Iterai cace ta, Cabeça de Bode.

Você ainda tem esse disco?
Sim.

 

Professor Aquaplay

Profissão: Poeta

Links: www.myspace.com/udr666

Qual foi seu primeiro disco?

    www.popmix.com.br

“Get A Grip”, do Aerosmith.

Que importância ele teve em seu gosto musical?
Eu não sabia quem eu era até ouvir esse disco. Uma opus cavalgante de lúgubres e pálidas consternações que permeou a fase imberbe e pueril de minha vida.

Quais são suas faixas favoritas?
“Eat the Rich”, “Fever”, “Livin’ On the Edge”, “Shut Up and Dance”, “Can’t Stop Messin”

Você ainda tem esse disco?
Lógico. 

_____________________________________

André Barcinski 
www.popmix.com.br

Profissão: jornalista 

Links: www.clashclub.com.br 

Qual foi seu primeiro disco?

    www.popmix.com.br

Pergunta difícil. O primeiro disco que eu lembro ter gostado foi aquela coletânea vermelha dupla dos Beatles, que a minha mãe tinha e eu ouvi até rachar. O primeiro LP que eu saí de casa para comprar foi o “Volume 4”, do Black Sabbath. Comprei na Toc Discos próximo ao Largo da Carioca, no Rio. 

Que importância ele teve em seu gosto musical?
Muita. Sabbath foi a primeira banda que eu realmente amei. Eu estudava em colégio de padres (São Bento) e lembro que, um dia, levei o disco para mostrar aos colegas. O professor de Religião, Dom Tadeu, viu a capa e quase teve um treco. Me expulsou da aula e mandou eu levar “aquela coisa demoníaca” pra casa. Eu obedeci e fiquei ainda mais fissurado no disco. Era a coisa mais pesada e pervertida que eu já tinha ouvido. 

Quais são suas faixas favoritas?
Sem dúvida, “Supernaut”. Até hoje, acho uma das melhores faixas do Sabbath. 

Você ainda tem esse disco?
Sim, claro. Comprei o CD, mas quase só ouço o vinil.

_____________________________________   

 

Tiago Carandina
www.popmix.com.br

Profissão: Coordenador de Marketing – Myspace Brasil 

Links: www.myspace.com/tiagocarandina 

Qual foi seu primeiro disco?

    www.popmix.com.br

O primeiro disco que ganhei foi o Made In Japan, do Iron Maiden, de um primo quando fiz 10 anos de idade. A visão daquele vinil, com uma caveira segurando uma espada em posição de ataque me fascinou e a partir daquele minuto, decidi que gostava de rock. 

Que importância ele teve em seu gosto musical?
Foi a partir dali que comecei a conhecer música, a pesquisar e descobrir coisas como Black Sabbath, Beatles, Ramones e Stooges. 

Quais são suas faixas favoritas?
Gosto muito da fase Paul Dianno do Iron Maiden, minhas preferidas sao Running Free, Wratchild e claro, Iron Maiden. 

Você ainda tem esse disco?
Claro!

Alexandre Bezzi PRIMEIRO SOM
Alexandre Bezzi é DJ & ilustrador, e
mora em São Paulo/SP. www.myspace.com/djbezzi www.flickr.com/people/bezzi
www.podcast1.com.br/canais.php?tag=Bezzi
artigo publicado por popmix
tags

+ Assista ao clipe “The Gold We’re Digging”, do trio novaiorquino Parts & Labor

19 de fevereiro de 2008

“The Gold We’re Digging” é um dos clipes mais bacanas do Parts & Labor, trio do Brooklyn, região de Nova York, que se firma cada vez mais como uma meca do pop. Se você gosta do Hüsker Dü, por exemplo, vai adorar!

.

artigo publicado por popmix
tags

+ Primeiro Som com o duo Tetine, o renomado DJ Renato Lopes e a modelo Paola Orleans

13 de janeiro de 2008

Por: Alexandre Bezzi

djbezzi@gmail.com

 

Edição de janeiro da Primeiro Som com o duo Tetine, o renomado dj Renato Lopes e a modelo Paola Orleans. Todos com uma estória peculiar sobre os discos que mudaram suas vidas.

 

Renato Lopes
www.popmix.com.br

Profissão: DJ e radialista

Links: www.smartbiz.com.br / www.myspace.com/djrenatolopes 

Qual foi seu primeiro disco?

    www.popmix.com.br

O primeiro mesmo foi Cantigas de Roda. A paciência dos meus pais e irmãos era testada logo pela manhã, porque eu colocava o tal disco pra tocar logo que acordava! Mas de disco que influenciou meu gosto musical, foi Jackson Five – ABC. Ganhei por causa do desenho animado que passava na TV, que era muito legal! A receita básica de aventuras e mistérios que eles desvendavam, e rolavam as músicas que eles cantavam, com um fundo lisérgico.

Que importância ele teve em seu gosto musical?
Foi o primeiro contato que tive com Motown. Foi como aprendi a gostar de soul e funk.

Quais são suas faixas favoritas?
ABC, sem dúvida era a favorita.

Você ainda tem esse disco?
Infelizmente não. Não sei que fim levou.  

 ______________________________

Eliete Mejorado (Tetine)
www.popmix.com.br

Profissão: Artista

Links: www.tetine.net / www.myspace.com/tetine / www.myspace.com/tetinebside 

Qual foi seu primeiro disco?

     www.popmix.com.br

Eu cresci ouvindo Joselito – trilha do filme  “Saeta Del Ruiseñor” que minha mãe espanhola ouvia e chorava. Mas na vida real o meu primeiro disco mesmo foi o Fearless da Nina Hagen que se não me engano foi produzido por Giorgio Moroder.

Que importância ele teve em seu gosto musical?
Eu me apaixonei pela Nina desde a primeira vez que eu ouvi. Na verdade eu conheci primeiro a musica Zarah porque eu participei de uma performance no Sesc Pompéia que tinha essa musica e também The Tale da Meredith Monk. Eu fiquei encantada com a atitude delas. Mas a Nina me enlouquecia mais com o Dressing Up, as perucas… E aquela voz que ia do grave ao agudo num segundo no meio das bases do Moroder.

Quais são suas faixas favoritas?
New York, New York, Zarah, What is it, The Change.

Você ainda tem esse disco?
Tenho em São Paulo na casa da minha mãe.

______________________________

Bruno Verner (Tetine)
www.popmix.com.br

Profissão: Compositor

Links: www.tetine.net / www.myspace.com/tetine / www.myspace.com/tetinebside

Qual foi seu primeiro disco?

    www.popmix.com.br

New York City Discotheque 2

Que importância ele teve em seu gosto musical?
Ganhei esse disco do meu tio Ramon quando eu tinha 6 anos! O que mais me impressionou quando ele me deu o disco foi o negão de cabelo branco cantando num microfone branco que tinha na contracapa. Eu achei incrível. O meu tio se gabava dizendo que o disco era todo mixado e tal, da discoteca do Rio que ele tinha ido… E era mesmo, todo mixado pelo DJ Ricardo Lamunier que eu só fui sacar depois e com hits da Motown. Quando escutei foi amor à primeira vista.  Começava com Isn’t she lovely do Steve wonder e lembro que tinha muita sirene mixada nas passagens de uma musica pra outra. Eu fiquei louco com aquilo, era primeira vez que eu tava ouvindo um disco mixado. Eu ouvi esse disco por uns dois anos direto… cantava as musicas todas inventando a letra e dançava sozinho. Eu acho que ele me ensinou a ter ritmo e amar black music. Eu ainda  o acho uma compilação sensacional. Depois desse disco comecei a comprar as coletâneas da K-Tel, Papagaio Disco club, e aquele Disco 78 que tinha Meteor Man da Dee D Jackson que acho que foi a música que mais ouvi nessa época.

Quais são suas faixas favoritas?
Going up smoke – Eddie Kendricks, It’s a shame – Spinners & Thelma Houston – Don’t leave me This way.

Você ainda tem esse disco?
Sim ele ta em BH na casa da minha mãe.

______________________________

Paola de Orleans e Bragança Sapieha
www.popmix.com.br

 

Profissão: modelo

 

Links: www.myspace.com/paolaorleans 

 

Qual foi seu primeiro disco?

 

     www.popmix.com.br

 

O primeiro disco eu realmente não me lembro qual foi provavelmente foi algum da Xuxa. Mas desde criança adorava quando minha mãe colocava a faixa do Pink Floyd Another Brick in the Wall. Mas tiveram três discos que eu escutei muito. Roxette (tourism) que meu primo me deu, passávamos horas cantando as músicas. Nirvana escutei muito, muito mesmo. Smashing Pumpkings (Adore) adorava. Mas o primeiríssimo disco que eu comprei, foi o Ok Computer do Radiohead, não conhecia e achei esse disco sozinho em uma pilha de promoções nas lojas americanas quando ainda morava em Petrópolis, esse sim acredito que foi o disco que mudou um pouco meu gosto musical.  

 

Que importância ele teve em seu gosto musical?
Pra mim música você escuta para cantar junto, gritar junto, chorar junto e esse álbum contribuiu para isso. Eu digo que para que eu goste da música ela tem que ter refrão melodramático. E esse álbum é praticamente uma fonte de arranjos depressivos. Nessa época ja escutava musica com bases eletrônicas mas a união de arranjos eletrônicos com rock ainda era novidade para mim.

Quais são suas faixas favoritas?
Lucky, Karma police, Airbag, Exit music…

Você ainda tem esse disco?
Sim e todos os outros do Radiohed.

artigo publicado por popmix
tags

+ Assista a 3 clipes da banda inglesa Young Knives

9 de janeiro de 2008

.

artigo publicado por popmix
tags

+ Primeiro Som: última edição do ano com Luiz César Pimentel, Jorge Wakabara e Fábio Popnigis

6 de dezembro de 2007

Última edição do ano traz os jornalistas Luiz César Pimentel, Jorge Wakabara do site Chic e o dj de Brasília Fábio Popnigis.

artigo publicado por popmix
tags

+ Assista ao clipe “Alguém”, da banda Stellabella

30 de novembro de 2007

.

artigo publicado por popmix
tags

+ Primeiro Som: nesta edição, entrevistas com DJ Magal, Enéas Neto, Beth Ferreira e Francisco Mitkus

6 de novembro de 2007

Por: Alexandre Bezzi 

Primeiro som de novembro. Nesta edição: Magal, DJ veterano que fez e faz história na noite paulistana. Enéas Neto, um dos idealizadores da bem sucedida Trash 80’s e do site Fiber Online, a jornalista carioca Beth Ferreira do Bitsmag e o figura Francisco Mitkus, que por muitos anos ficou à frente do selo indie Volume I.

artigo publicado por popmix
tags

+ Primeiro Som – Vl. 05: qual foi o seu primeiro disco?

30 de setembro de 2007

Por: Alexandre Bezzi

Nesta edição, um jornalista, dois DJs jornalistas e um produtor musical contando suas primeiras experiências estereofônicas.

artigo publicado por popmix
tags